Nova multa de Rodrygo no Real Madrid pode encher os cofres do Santos; entenda

Rodrygo campeão da Champions League pelo Real Madrid. Foto: Getty Images

A nova multa rescisória do atacante Rodrygo pode ajudar e muito os cofres do Santos em uma eventual venda futura por parte do Real Madrid (ESP).

De acordo com a mídia espanhola, o clube merengue e o Menino da Vila de 21 anos chegaram a um acordo de renovação de contrato: validade até 2028, aumento salarial e a multa rescisória, que estará avaliada em 1 bilhão de euros (R$ 5,5 bi) assim que ocorrer a assinatura.

Com isso, caso o Real Madrid venda Rodrygo pelo exato valor da multa, por exemplo, o Santos receberia 2,5% do total pago pelo mecanismo de solidariedade da Fifa e faturaria cerca de R$ 137 milhões. No entanto, uma eventual saída do atacante não deve ser efetuada pelo preço total da penalidade pela quebra de contrato.

O Liverpool (ING), através do técnico Jurgen Klopp, monitora a situação do ex-atacante do Santos desde o fim do ano passado, mas até o momento não fez nenhum contato ou começou qualquer negociação. A mídia espanhola também coloca o Arsenal (ING) como integrante numa futura briga pelo jogador.

Rodrygo foi negociado pelo Santos com o Real Madrid em 2018, quando o clube espanhol aceitou pagar 45 milhões de euros (R$ 197 mi na cotação da época). No ano seguinte, quando completou 18 anos, se juntou oficialmente ao time na Espanha e hoje já faz bastante sucesso na Europa.

Salah e Marquinhos são destaques na seleção da semana do FIFA 23 Neymar cada vez mais próximo de marca histórica pela Seleção Brasileira Os pilotos com mais vitórias pela Willians na história da Fórmula 1 Verstappen pode conquistar o bicampeonato mundial de F1 em Cingapura; entenda