Reunião do Conselho Deliberativo do Santos definiu saídas e veto de venda de jogadores

Veríssimo atuando na Vila pelo Santos.

O Conselho Deliberativo do Santos se reuniu virtualmente na noite dessa terça-feira (17) e algumas questões de jogadores foram resolvidas.

Logo de cara, foi vetada a venda do zagueiro Lucas Veríssimo para o Benfica. A negociação seria o empréstimo do jogador para o clue português com um ano de duração e a opção de compra obrigatória no valor de 6,5 milhões de euros (R$ 41,1 milhões atualmente) em cinco parcelas anuais a partir de 2022.

O Santos inclusive acionaria uma instituição da Bélgica com o objetivo de adiantar esse valor para que o clube consiga manter os salários e direitos de imagem de jogadores e funcionários. Porém, a empresa belga cobraria uma taxa de 15% do valor total da venda como comissão, restando 5,1 milhões de euros (R$ 32,2 milhões). Lembrando que 20% dos direitos econômicos do atleta pertence a ele próprio. Os 80% restantes são do Peixe.

O Presidente Orlando Rollo revelou a vontade de Veríssimo de deixar o clube e que não pode segurar o atleta “a força” e por isso pede que o Conselho repense a decisão. O caso deverá ter mais capítulos nesses próximos dias.

Foi dado o aval para que o atacante colombiano Jonathan Copete acertasse com o Cruzeiro para a sequência da Série B. Contudo, Rollo afirmou que a Raposa desistiu da contratação do atleta por divergências financeiras com o Peixe.

Os conselheiros também concederam o aval para que Anderson Ceará fosse negociado com o CRB até fevereiro de 2021. A tranferência teria sido um pedido do próprio atleta pela falta de oportunidades com Cuca. O jogador deseja ganhar alguns minutos em campo no clube alagoano e retornar ao Santos com maiores chances de ser relacionado e até mesmo ganhar espaço no time titular.

Outra liberação foi dada para que o lateral-direito Mikael, das categorias de base do Peixe, negociasse sua ida para o Figueirense, que disputa a Série B do Brasileirão. Com proposta em mãos, o atleta deverá reforçar o time de Santa Catarina ter sequência no clube até fevereiro do ano que vem, quando retornaria para o alvinegro da Vila.

Por fim, Rodrigão, atacante fora dos planos do Santos para a continuidade do Brasileirão, e que atualmente está no Ceará, deverá ter seu próximo destino no Avaí. A negociação foi liberada pelo Conselho e o clube catarinense estaria disposto a pagar 90% do salário do atleta de 27 anos para tê-lo até o fim de Fevereiro do próximo ano.

Os jogadores que podem sair do São Paulo de graça As notas dos jogadores do Bahia no empate diante do Grêmio É do Galo! Números de Pavón, em 2020-2021 Os 10 melhores jogadores do PSG no FIFA 12