Santos na justiça, pressão sobre técnico e na busca para fazer caixa

O Santos vive um colapso dentro e fora de campo, acentuada pela pandemia juntamente a eliminação no Paulistão. A justiça cobra dívidas, pressão sobre técnico português aumenta e precisa fazer caixa para aliviar os cofres da Vila Belmiro. A Justiça do Trabalho permitiu que Eduardo Sasha rescinda seu contrato indiretamente saindo “de graça” do Peixe.

Todavia, com essa vitória de Sasha a diretoria santista receia que outros atletas busquem a rescisão de contrato, a situação complica para a comissão técnica que perdeu um atacante titular e provavelmente o goleiro que mesmo perdendo na justiça não há clima para vestir a camisa novamente. Yuri Alberto cotado para o lugar de Sasha está a caminho do Internacional.

Bloqueado de contratar novos jogadores por dívida ao Hamburgo (ALE), o Alvinegro buscar a solução nas categorias de base que se tornaram reforços caseiros para o restante da temporada. Para desafogar o caixa santista é preciso negociar jogadores, porém alguns são essenciais ao elenco do clube como Lucas Veríssimo, zagueiro está sendo monitorado por clubes europeus.

Contudo, o Sport estaria de olho em dois atacantes que não estão sendo utilizados por Jesualdo Ferreira, Copete e Lucas Venuto. O colombiano tem contrato até junho de 2021, gostaria de permanecer e sendo emprestado provocaria a renovação, entretanto manter o alto salário seria um empecilho. Já Venuto atuou em um jogo nesta temporada e custa 267 mil reais partida, prejuízo para o Santos que poderia colocá-lo nos planos ou negociá-lo.

O técnico português sofre pressão após o mau desempenho com o elenco desde quando chegou. Apesar do Peixe ser líder do seu grupo na Libertadores e ter conseguido a classificação para a fase eliminatória do Paulistão, as atuações não estão sendo convincentes para a torcida e para encarar o Campeonato Brasileiro. A tensão intensificou seguidamente da eliminação diante da Ponte Preta. A diretoria tem reunião para decidir se o português permanece ou não, nomes já estão sendo especulados como de Cuca que já comandou o Peixe em 2018.

Créditos foto de capa: Nelson Almeida / AFP Getty Images