Santos sofre punição após invasões e agressão de torcedor a Cássio, do Corinthians; confira

Agressão a Cássio em Santos x Corinthians. Foto: Fernanda Luz / AGIF

O Santos foi julgado e punido nesta quarta-feira (10) pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelas invasões de campo e agressão de torcedor ao goleiro Cássio na partida contra o Corinthians, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

A órgão definiu que o Peixe terá de pagar uma multa avaliada em R$ 35 mil: R$ 5 mil pelo uso de sinalizadores, R$ 20 mil por bombas e R$ 10 mil por invasões. Ainda, o Alvinegro jogará dois jogos da edição de 2023 da Copa do Brasil com portões fechados.

O Santos foi enquadrado no artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) que determina punições por “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir“. Além disso, também respondeu pelo artigo 191 devido ao uso de sinalizadores.

No entanto, o clube paulista deve entrar com recurso para amenizar a punição. O advogado Marcelo Mendes argumenta que o Peixe tentou impedir as invasões e repreendeu de maneira adequada a atitude, identificando os infratores e os expulsando do quadro de sócios.

Não tem como ficar totalmente satisfeito. O clube fez um trabalho muito bom de prevenção e repressão, principalmente identificando os invasores. Vou conversar com a diretoria. Não foi de todo ruim, mas esperávamos um resultado melhor. Vamos sentar e pensar na possibilidade de entrar com um recurso. O regulamento determina que essas perdas de mando são cumpridas em campeonatos da mesma natureza, então fica para a Copa do Brasil do ano que vem“, afirmou o advogado Marcelo.

As lutadoras brasileiras com mais vitórias dentro do UFC Salah e Marquinhos são destaques na seleção da semana do FIFA 23 Neymar cada vez mais próximo de marca histórica pela Seleção Brasileira Os pilotos com mais vitórias pela Willians na história da Fórmula 1