Santos sofrerá com desfalques no jogo da ida da Libertadores

O Santos terá problemas para a escalação na partida contra a LDU, em Quito, na próxima terça-feira (24) pela Copa Libertadores. O goleiro João Paulo, o lateral-direito Madson e o volante Sandry desfalcarão o time no jogo de ida da competição.

Mesmo após testar negativo para a Covid-19 e cumprir os dez dias de isolamento, o trio testou positivo novamente para o vírus, algo que costuma acontecer após o atleta realizar o exame múltiplas vezes e que já tiveram a doença.

A assessoria do Peixe informa que os jogadores “têm cicatrizes da doença, que não são transmissoras”. Portanto, estão liberados para disputar o Campeonato Brasileiro mas não poderão disputar a Libertadores. Isso porque, como explica o Santos, “a proibição é por conta de uma conduta de soberania nacional do Equador e seu Ministério da Saúde. O país veta a entrada de qualquer pessoa nessas condições, mesmo após quarentena e testes negativos anteriores”.

Além deles, o auxiliar Eudes Pedro e o gerente de futebol Jorge Andrade também ficarão no Brasil pois encontram-se nas mesmas condições. Laércio teve torção no tornozelo e também foi cortado.

O time será mais uma vez comandado por Marcelo Fernandes na ausência de Cuca, ainda sob cuidados médicos e em recuperação da Covid-19.

Provável Santos deve ser: John, Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Alison e Jean Mota; Marinho, Kaio Jorge e Soteldo.

Resta1

Paulo Belleze

Estudante de jornalismo na ESPM Instagram: @belleze_