Tecnologia deve aproximar torcida e diretoria do Santos, na visão de Rueda

Dar a oportunidade ao associado para expor as necessidades e poder tomar decisões de gestão, esta é uma ideia do novo presidente do Santos, Andres Rueda, que deve usar os mecanismos tecnológicos para estas ações. Durante a campanha pela presidência, a chapa “União pelo Santos” criou um aplicativo, e por meio de enquete, com voto de sim e não, viu a opinião dos torcedores na questão do impeachment de José Carlos Peres.

Para o novo presidente santista, a tecnologia deve aproximar o torcedor dos diretores santistas. Com o interesse do torcedor em expor suas opiniões, a ideia é dar continuidade, e ouvir as opiniões por meio das enquetes. Outra referência neste caso, foi o voto virtual da última eleição, que funcionou sem problemas, e teve a adesão de 5.748 sócios que votaram de forma virtual, sendo de 500 cidades, espalhadas nos 27 estados brasileiros e também de 10 países. Para o dirig ente, a tecnologia será um canal de muita importância do torcedor com o clube.

Rueda tem a seu favor a experiência de trabalhar com informática desde os seus 15 anos. O novo mandatário santista é matemático, já esteve como programador, analista, gerente e também já trabalhou na Bolsa de Valores e Bolsa Mercantil de Futuros, onde já esteve inclusive como diretor por 20 a nos. A partir de 2000, Rueda teve sua própria empresa de tecnologia, que tinha foco no atendimento, onde chegou a ter mais de 6.000 colaboradores, movimentando R$ 400 milhões anuais e em 2019, vendeu a empresa.

(Foto: Divulgação)