Ainda pressionado, Diniz alivia pressão após vencer Atlético-GO por 3 a 0

Após vencer o Atlético-GO por 3 a 0, o técnico Fernando Diniz fez elogios aos seus jogadores e pediu foco na consistência defensiva da equipe. Além disso, o treinador tratou de tranquilizar com relação reunião com a diretoria de futebol no início desta semana, ele disse que aconteceu ‘apenas um bate-papo corriqueiro’: 

Hoje fizemos as mudanças, achei que tinha que mexer. O mais importante é o resultado do jogo. Ganhamos de 3 a 0 hoje, mas produzimos em outros jogos para ganharmos de 3 a 0, acabamos levando os gols. A análise não é nunca por esse lado, é pelo resultado final do jogo. Temos que melhorar o sistema defensivo. Não podemos contar que o Volpi fará duas ou três defesas em todos os jogos. As coisas simplesmente acontecem. O Brenner estava numa noite feliz – afirmou o treinador do São Paulo. 

Ainda assim, o tom da imprensa ainda é de pressão, mesmo com a convincente vitória com dois gols de Brenner e um de Gabriel Sara. Além da queda muito cedo na Libertadores e atuações abaixo do esperado no campo, Diniz não se vê preocupado e reafirma que não houve reunião formal:

“Não tive reunião com a diretoria. Tivemos uma conversa. Eu, o Pássaro e o Raí conversamos muito. Não tivemos nenhuma reunião marcada. Isso acontece sempre. Quando o Leco está aí também conversamos. Aliás, saudades do presidente. Está fazendo falta. Não teve uma reunião formal, não foi nada específico – ponderou o treinador, tratando o tema como algo corriqueiro de seu dia a dia no São Paulo. 

Imagem destacada: São Paulo FC

Resta1

Aldo Luiz

Narrador esportivo. Amante de futebol, futebol americano, basquete e automobilismo. Fala-se de Flamengo, Real Madrid, New York Giants e Los Angeles Clippers, mas o esporte sempre vem antes do coração. Não existe imparcialidade, mas existe sensatez e profissionalismo para opinar agarrado à fatos e argumentos plausíveis.