Como chega o River Plate para enfrentar o São Paulo?

São Paulo e River Plate se enfrentam no Estádio do Morumbi na próxima quinta-feira (17) às 19 horas pela 3ª rodada da fase de grupos da Libertadores, jogo é válido pelo grupo D. Ambas equipes têm três pontos na competição, mas o time argentino lidera pelo saldo de gols. A vitória é importante para os dois lados e pode encaminhar uma classificação. O time de Fernando Diniz vem jogando desde final de julho e terá ritmo para enfrentar o plantel de Núñez, que não joga há seis meses.

Marcelo Gallardo não deve montar o time com a mesma intensidade que nos acostumamos a ver seu River jogar. Segundo informações do Diario Olé, da Argentina, Muñeco, como o treinador do River é conhecido, não tem preocupações com o aspecto físico da equipe, estando satisfeito com a forma que o time vem se apresentando nos treinamentos.

Mas, apesar disso, o time não deve propor o jogo a todo momento no Morumbi, deixando a bola mais com o time do São Paulo. Diferente do que foi apresentado no último jogo diante do Binacional, vencido por 8 a 0 no Monumental pela Libertadores, Gallardo deve recuar suas linhas. O que não significa que jogará por uma bola ou na retranca fora de casa e sim que fará um embate mais seguro, procurando alternativas ao longo dos 90 minutos.

“Por mais que o São Paulo venha com mais ritmo, não vamos dar toda a possibilidade para eles atacarem. Com o que temos, vamos lutar”, disse Gallardo.

Com essa proposta de jogo aguardando o São Paulo, mas não somente se defendendo, o time na quinta-feira deve ir a campo jogando no 4-1-3-2 com Franco Armani; Gonzalo Montiel, Martínez Quarta, Javier Pinola, Fabrizio Angileri; Enzo Pérez; Julián Alvarez, Ignacio Fernández, Nicolás De La Cruz; Santos Borré e Matías Suárez.

Foto de capa: Twitter/River Plate

Com informações do Diaro Olé

Resta1

Gabriel Neri

Amante de uma boa retranca uruguaia enquanto escuto uma MPB tomando uma cerveja argentina. Torcedor do Cruzeiro. Hincha de Independiente.