Dani Alves vê escolha por Pumas como ‘irrelevante’ para Seleção Brasileira

De olho na Copa do Mundo, Daniel Alves acertou com o Pumas, do México. O lateral quer seguir atuando em alto nível para que possa ser lembrado por Tite na lista de convocados para Copa do Mundo.

Nesse sentido, o jogador minimizou qualquer efeito negativo de jogar no futebol mexicano, já que muitos dizem que pode prejudicar sua ambição na seleção brasileira por não ser um campeonato tão disputado em comparação a outros.

“Em toda decisão a gente é um pouco refém delas para o bem ou para o mal. E a minha decisão foi pensando em que tenho que estar no máximo nível físico e psicológico para poder atender à seleção brasileira, caso seja chamado”, comentou.

“Que toda decisão seja uma consequência. Se tenho que ir para a Copa, vou porque são muitos anos dedicados a tudo isso e respeitando a história. Acho que a decisão agora de escolher time é irrelevante. Estamos a 3 meses ou menos da Copa do Mundo. E não podemos esquecer que eu tenho 16 anos de história dentro da seleção brasileira”, destacou o lateral.

“É importante estar bem fisicamente? É importante estar bem fisicamente, mas não é a decisão de ir para o Pumas ou para qualquer outra equipe que vai interferir muito nisso. No fim das contas, o futebol está equilibrado e o nível está muito alto em qualquer lugar que a gente vá”, concluiu.

Relembre a primeira escalação de Jorge Jesus pelo Flamengo em jogos oficiais Os melhores jogadores das últimas 10 edições do Mundial de Clubes VAI REVERTER? A provável escalação do Corinthians para enfrentar o Atlético-GO pela Copa do Brasil Relembre a primeira escalação de Guardiola como treinador do Barcelona em um jogo oficial