FIFA participava secretamente da criação da Superliga da Europa, diz jornal

Apesar de ter se pronunciado contra a criação da Superliga, o presidente da FIFA participava ativamente das reuniões na elaboração do projeto.

Há um mês, a Superliga foi suspensa após vários posicionamentos de atletas e entidades. No entanto, continua surgindo detalhes sobre esse projeto. Assim, de acordo com o “New York Times”, a Fifa e o seu presidente, Gianni Infantino, estavam por trás da competição. A reportagem diz ter tido acesso a documentos originais relacionados ao torneio.

Dessa forma, a maior entidade do futebol tinha conhecimento dos planos dos clubes que criaram a Superliga. Além disso, os documentos indicaram a necessidade de um acordo com a Fifa para que o projeto pudesse ser concretizado. Nesse sentido, nos contratos, a mais alta organização do futebol recebia o codinome “W01”. Nestes, estava declarado que a parceria era “uma condição essencial para a implementação do projeto SL”.

Foto: Getty Images

Dessa forma, embora Infantino tenha se pronunciado contra a criação, ele e outros membros estavam cientes dos planos dos clubes envolvidos. De acordo com as informações, nas reuniões, realizadas pelos assessores de Infantino, surgiram propostas de alguns dos clubes. Então, em troca do sinal verde da entidade, eles concordariam em participar da nova Copa do Mundo de Clubes que Infantino tinha em mente.

Além disso, renunciariam aos pagamentos pela participação, o que representaria uma receita de até 1 bilhão de dólares por ano para a Fifa. Quando os rumores surgiram antes do anúncio oficial da Superliga, Ceferín, presidente da Uefa, contatou Infantino para condenar publicamente a ideia em conjunto. Por fim, Ceferín perguntou a Infantino se os clubes tinham seu consentimento e se ele estava alinhado com eles.

No entanto, o mandatário da Fifa respondeu que não apoiava a causa. Assim, a declaração surpreendeu os clubes participantes, que acreditavam ter seu consentimento após conversas realizadas nas semanas anteriores. O New York Times procurou a Fifa, mas a entidade recusou responder perguntas relacionadas ao envolvimento de Gianni Infantino ou de outros membros no projeto.

Os jogadores que podem sair do São Paulo de graça As notas dos jogadores do Bahia no empate diante do Grêmio É do Galo! Números de Pavón, em 2020-2021 Os 10 melhores jogadores do PSG no FIFA 12