Tottenham segue na sexta posição após empate contra o Fulham

O Tottenham enfrentou o Fulham em casa. O jogo estava previsto para acontecer no dia 30 de dezembro do ano passado, mas precisou ser adiado devido ao alto número de casos positivos de Covid-19 no elenco dos visitantes. No calendário original, os Spurs jogariam hoje contra o Aston Villa, mas esse jogo também foi adiado em consequência dos casos de contaminação no Villa Park.

Primeiro tempo

Nos minutos iniciais o Fulham tomou a iniciativa, oferecendo perigo ao time da casa. Em seguida, o Tottenham teve uma chance com Sergio Reguilon, mas ele mandou a bola por cima do gol. Aos 15 minutos do primeiro tempo, André Zambo Anguissa chutou obrigando Hugo Lloris a fazer uma grande defesa.

O time de José Mourinho respondeu em seguida, em cruzamento de Moussa Sissoko, Heung-Min Son chuta, mas Alphonse Aréola protege. O goleiro do Fulham, pouco tempo depois fez outra grande defesa, Tanguy Ndombélé cruzou e Son bateu de cabeça para a defesa do goleiro.

No minuto seguinte, Pierre-Emile Hojbjerg lançou a bola para Reguilón que recebeu e cruzou perfeitamente para Harry Kane marcar o primeiro gol do jogo de cabeça. O time visitante tentou responder logo, mas não obteve sucesso.

Os donos da casa não pararam. Kane bateu de cabeça após o cruzamento de Serge Aurier, mas foi muito forte e a bola foi para fora. O Tottenham passou a controlar completamente o jogo, mas ainda assim, em uma escapada, Ruben Loftus-Cheek chutou com estilo, porém a bola foi para fora pelo lado do gol.

Aos 39 minutos, Ndombélé rouba a bola, toca para Kane que manda a bola para Hojbjerg que chuta fraco, parecendo quase um recuo para o goleiro adversário. Na sequência o Fulham chega com qualidade obrigando o goleiro Lloris a trabalhar e segurar a bola.

Segundo tempo

O Tottenham voltou procurando gol e chegando bem, mas não conseguiu finalizar. Já o Fulham respondeu com perigo também e com Kenny Tete finalizando para fora. Aos 9 minutos do segundo tempo, Harry Winks gira, chuta e o goleiro pega a bola. O Fulham tenta pressionar e tem boas chegadas, mas que não dão o resultado esperado.

Com o placar de 1-0, o Fulham começou a oferecer mais perigo, já que o jogo ainda estava em aberto. Ainda assim, aos 26 minutos Son chuta uma bola cruzada que bate na trave e não entra. Para o azar do time do norte de Londres, dois minutos depois a equipe adversária empata o jogo com gol de Ivan Cavaleiro. Para piorar a situação dos Spurs, logo em seguida o Fulham quase vira o jogo, mas Lloris defendeu a bola.

Diante disso, Mourinho coloca em campo Érik Lamela e posteriormente Carlos Vinícius, que marcou um hat-trick no final de semana pela Copa da Inglaterra. Son, que costuma aproveitar suas chances, errou novamente ao colocar uma bola para fora de cabeça.

Aos 44 minutos, Lamela encontra espaço e toca para Son, ele cruza e Reguilón marca. Porém, o gol foi anulado porque o sul-coreano estava impedido quando recebeu a bola do camisa 11. O Tottenham continuou tentando, mas não funcionou. A partida acabou empatada em 1-1.

Como resultado, os Spurs perdem a chance de entrar no G4 e assumir a terceira colocação da Premier League. Já o Fulham, com os últimos jogos, vê a luz no fim do túnel. Eles alcançaram 12 pontos e estão na 18ª posição da tabela. No entanto, estão apenas a dois pontos do Brighton, primeiro fora da zona do rebaixamento. A diferença é que o Fulham tem dois jogos a menos, tendo muitas chances de conseguir sair da zona.

FOTO DE CAPA: Tottenham Hotspur

Resta1