Ídolo do Milan ressalta importância de Ibrahimovic no elenco atual

Ibrahimovic

(Photo by Salvatore Laporta/KONTROLAB/LightRocket via Getty Images)

Alessandro Costacurta ressaltou a importância do sueco Ibrahimovic para o elenco atual do Milan

Nesta terça-feira (19), o Milan tem jogo importantíssimo frente ao Porto pela terceira rodada da fase de grupos da UEFA Champions League. Ibrahimovic está completamente recuperado de sua lesão e está à disposição de Pioli para a partida.

Terceiro jogador com mais jogos na história do Milan, Alessandro Costacurta falou sobre o papel de Zlatan no elenco atual dos rossoneri. Para Costacurta, o grupo não é mais dependente do centroavante para atuar em alto nível, porém, ressaltou que a presença do sueco faz total diferença.

 Quando ele chegou ao Milan, o time era muito dependente dele. Tê-lo em campo significava que eles poderiam ser competitivos. Hoje, os jogadores amadureceram mais e essa dependência com o Ibra não existe. É óbvio que ter alguém como Ibra em campo ainda faz toda diferença, mas acho que ele mesmo passou para os jogadores a ideia de que poderiam se virar sozinhos. O Milan joga bem com ou sem ele (Ibra), e isso é o que precisa ser exaltado – declarou.

Apesar de não considerar Ibrahimovic como essencial para o funcionamento do time dentro das quatro linhas, Costacurta destacou que o centroavante é um grande líder e mentor para o elenco jovem do time italiano.

 Zlatan é o mentor de um time muito jovem e promissor. Se não pode contribuir no campo com gols e assistências, contribui fora dele com conselhos e cobranças. Esse nível de exigência que ele tem ajudou muito a vários jogadores entenderem o que é jogar pelo Milan – finalizou.

Veja mais: Ex-Real Madrid critica CR7: “Não está nem entre os cinco melhores da história”

Caso balance as redes na partida de logo mais, Zlatan Ibrahimovic se tornará o jogador mais velho a marcar um gol em partida válida pela UEFA Champions League. O recorde atualmente pertence ao italiano Francesco Totti, que alcançou a marca quando tinha 38 anos, dois a menos do que Ibra.

Acompanhe Paulo Oliveira no Twitter