Com a saída de Zé Ricardo, veja 6 nomes que podem assumir o Vasco na Série B

Após o pedido de demissão inesperado do técnico Zé Ricardo, que vai dirigir o Shimizu T-Pulse, no futebol Japonês, a diretoria do Vasco deve sair em busca de um novo treinador, para a continuidade do Campeonato Brasileiro da Série B, onde o time está invicto e em quarto lugar, 18 pontos em 10 jogos, com 4 vitórias e 6 empates.

Com a necessidade imediata, nós do Mercado do Futebol listamos 6 nomes de técnicos que estão livres no mercado e poderiam assumir o Vasco neste momento.

Enderson Moreira – Depois de um bom trabalho no Botafogo, onde alcançou o acesso à Série A de 2022, o técnico foi demitido do Botafogo, após a derrota no clássico contra o Fluminense, pelo Campeonato Carioca. O jogador já teve seu nome ventilado no Vasco nos últimos 45 dias e surge como boa possibilidade.

Fábio Carille – Depois de fazer um bom trabalho no Santos, tirando o time do risco de rebaixamento no Brasileirão de 2021, o técnico foi demitido durante o Campeonato Paulista. Na sequência, foi contratado pelo Athletico Paranaense, mas sua passagem durou apenas 21 dias no clube paranaense, e foi demitido após a derrota para o The Strongest/BOL, por 5 a 0, na altitude boliviana.

Vanderlei Luxemburgo – Aos 69 anos, seu último trabalho foi no Cruzeiro, no final da Série B de 2021. O técnico teve boa passagem no Vasco em 2019, retornou ao clube em 2021, quando teve uma passagem mais apagada, mas a torcida sempre que o time vai mal, pede seu retorno. Com uma carreira de mais de 40 anos, Luxemburgo já treinou mais de 30 clubes no Brasil, Europa e China, e acumula 28 títulos na sua carreira como técnico.

Lisca – O técnico que teve passagem pelo Vasco em 2021, também é mais um que está livre no mercado e poderia assumir o Vasco no atual momento. O técnico já teve trabalhos de destaque no Ceará e América/MG. No Vasco em 2021, teve uma passagem discreta, onde em 12 jogos, alcançou 4 vitórias, 1 empate e 7 derrotas.

Rodrigo Santana – Dos nomes livres no mercado, é o mais jovem, mas com mais de 10 anos de experiência como técnico. Rodrigo teve um bom trabalho feito no Atlético Mineiro em 2019, além de passagens no Coritiba e Avaí, o técnico aparece como uma boa alternativa para buscar o acesso à Série A.

Pintado – O técnico teve seu último trabalho no Cuiabá, onde no início de maio foi demitido após a eliminação da Copa do Brasil, para o Atlético Goianiense. No Dourado, Pintado teve 21 jogos, com 11 vitórias, 5 empates e 5 derrotas.

(Foto: Vitor Silva / Botafogo)

FIFA 23: Os melhores jogadores da Premier League sem o Big Six Real Madrid tem interesse em craque argentino Os goleiros com mais jogos sem levar gol pela seleção brasileira Jogador português agride mulher e foge do país