Antiga “potência” do futebol nacional, Vitória amarga crise, e tem apenas 4 triunfos em 2022

Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

Quem viu o Vitória nos anos 90 e 2000, viu um time que sempre brigava por títulos, e destronava gigantes. Uma equipe que, por pouco, não venceu a Copa do Brasil de 2010, e o Brasileiro de 1993.

A realidade hoje, entretanto, é totalmente diferente. O Vitória vive verdadeiro inferno político, e teve 9 trocas de presidente nos últimos 9 anos. Há também crise financeira, e atrasos de pagamento com funcionários e a União.

Além disso, não consegue manter um treinador. São 18 técnicos nos últimos 5 anos. O atual comandante do futebol rubro-negro é Fabiano Soares.

O resultado disso não poderia ser diferente. Frequentador da Série A até 2018, o Leão disputa, hoje em dia, a Série C. Pior que isso: ainda não venceu na competição, e está no Z-4.

Num contexto mais amplo, são apenas 4 triunfos em todo o ano, e desclassificações precoces na Copa do Brasil (para o Fortaleza) e no Baianão (eliminado na fase de grupos).

O que resta para os torcedores rubro-negros é torcer para que o Vitória volte a triunfar. O Vitória terá 13 rodadas para mudar de patamar na Série C, e o próximo duelo será em casa, diante do Confiança, no domingo (22).

Prejuízo! Relembre todos os eventos cancelados na história do UFC Os últimos 10 vencedores do GP da Singapura de Fórmula 1 Vaza suposta lista final do prêmio Bola de Ouro; veja top-10 Novo treinador do Chelsea vê retorno de Lukaku em 2023 com bons olhos