Entrevista com o lateral-esquerdo Pedro Rosa, do Volta Redonda

Pedro Henrique Rosa, nascido em Minas Gerais, tem 27 anos e atualmente é jogador do Volta Redonda no Rio de Janeiro.

 

O jogador, antes de chegar ao time da Cidade do Aço, passou pelo Botafogo, sofreu uma lesão e foi afastado do elenco. O clube e o atleta não estenderam o vínculo, daí em diante as dificuldades para a carreira de Pedro Rosa, começaram a surgir.

Acompanhe agora a entrevista realizada pelo MF na íntegra.

 

1- Que dificuldades enfrentou na recuperação sua grave lesão?

– Enfrentei diversas dificuldades. Muitas dores, perdi tempo e tive altos gastos diversos tratamentos intensivos. Mas acredito que o pior de tudo foi o tempo perdido devido a lesão, pois tenho certeza que para um jogador profissional a maior de todas as dificuldades é estar lesionado ver o tempo passando e não poder jogar devido a lesão.

 

2- O Botafogo foi omisso em relação à sua recuperação, ou apoiou você?

– Quando ainda estava vinculado ao clube me deram todo apoio com suporte médico e fisioterápico. Porém Ainda lesionado o contrato se encerrou, e aí não pude mais ter sequência que precisava até me recuperar totalmente. Então tive que procurar um tratamento à parte por conta própria.

 

3- O que mais te chateou no Botafogo?

– O que mais me chateou foi ter lesionado no melhor momento da minha carreira. Eu eu vinha de uma boa sequência de jogos pelo clube, mas durante essa sequência me lesionei e não consegui mais jogar devido a essa lesão.

 

4- Como está a sua carreira atualmente?

– Minha carreira hoje está bem graças a Deus. Estou muito feliz por estar 100% recuperado, ter voltado a jogar em 2017 pra mim foi a maior vitória desse ano que serviu como um  recomeço na minha carreira. Estou muito feliz pois trabalhei o ano todo em sequência de treinos e bons jogos sem me lesionar.

 

5- Está feliz no Volta Redonda?

– Não ficarei para 2018. Mas estou muito feliz sim por estar totalmente recuperado e ter voltado a jogar foi um ano de recomeço na minha carreira.

 

6- O voto de confiança do time da Cidade do Aço, foi importante para a sua carreira?

– Sim, foi muito importante, pois durante todo esse ano pude me  recuperar totalmente, me firmei, e voltei a aparecer no cenário do futebol.

 

7- Acha que o Botafogo errou com você?

– Sim, mas isso tudo já é passado. Agora é continuar firme trabalhando em busca dos meus objetivos que é me firmar cada vez mais no Futebol.

 

8- Acredita que ainda pode brilhar e voltar a jogar em times da Série A?

– Sim, buscarei isso para 2018, me destacar fazendo bons jogos e dentro em breve novamente estar vestindo a camisa de um grande clube da Série A.

 

@lopesdgabs