Austrália e Nova Zelândia são escolhidas para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2023

Nesta quinta-feira, a FIFA anunciou o local da próxima Copa do Mundo Feminina. O Conselho da entidade definiu Austrália e Nova Zelândia como as sedes da próxima edição da competição em 2023. A decisão foi tomada em uma votação virtual transmitida ao vivo pelo Youtube da FIFATV.

Os dois países apresentaram uma candidatura em conjunto chamada de AsOne -“como um só’, em inglês. Na disputa pela sede, ainda estava a Colômbia,que teve o apoio do Brasil após o país ter desistido da candidatura.

A CBF reconheceu a falta de garantias do Governo Federal e decidiu por não participar da votação. Outro país que desistiu da disputa foi o Japão. Três dias antes da votação, o país retirou a candidatura após avaliação da proposta pela FIFA.

A proposta conjunta da Austrália e da Nova Zelândia recebeu 22 dos 35 votos válidos dos membros do Conselho da FIFA na primeira votação, já a Associação Colombiana de Futebol obtendo 13 votos. Será a primeira vez na história que a Oceania receberá uma Copa do Mundo. Além disso, pela primeira vez, a edição contará com 32 equipes.

Créditos foto de capa: FIFA